Imagem de uma mulher fazendo uma ressonância magnética.

Radioterapia

Ambiente especialmente planejado, atendimento seguro e eficaz, equipe altamente qualificada e equipamentos de última geração são os pilares para que o Americas Oncologia ofereça o que há de melhor em tratamentos de radioterapia.

Dispomos de cinco aceleradores lineares modernos (TrueBeam, Versa e Trilogy), todos capazes de realizar tratamentos com precisão milimétrica, nos quais a radiação atinge somente a área comprometida, protegendo os órgãos vizinhos adjacentes.

Com mais de 10 mil pessoas tratadas, sendo quase 4 mil pacientes com as técnicas de IMRT (radioterapia de intensidade modulada) e VMAT (radioterapia com arco volumétrico), nossa experiência faz do Americas Oncologia uma das melhores clínicas oncológicas da América Latina.

IMRT – Radioterapia de intensidade modulada

A tecnologia reduz os efeitos colaterais da radioterapia na grande maioria dos tratamentos, com uma aplicação mais precisa, protegendo os órgãos sadios adjacentes.

IGRT – Radioterapia guiada por imagem

Com a incorporação da imagem nos tratamentos de radioterapia, podemos verificar se os órgãos estão realmente protegidos da radiação. Com essa tecnologia, é possível checar, por exemplo, se a bexiga do paciente está vazia ou cheia e como isso pode interferir no tratamento.

RapidArc/VMAT - A arcoterapia volumétrica modulada

Apresenta todos os benefícios da radioterapia de intensidade modulada, mas com maior rapidez. Os tratamentos são até 60% mais velozes, garantindo conforto ao paciente.

Radiocirurgia craniana e extracraniana

Também conhecida como a radioterapia estereotática ablativa (SABR), representa uma opção de tratamento local com radiação. 

A técnica utiliza recursos de imagem (IGRT) para localizar com precisão o tumor e, com isso, liberar altas doses de radiação em poucas frações (1 – 5), com mínima exposição dos tecidos sadios em comparação com os regimes tradicionais.

Braquiterapia

A fonte de radiação é introduzida diretamente dentro do alvo a ser tratado, o que permite a utilização de doses altas.  

A indicação mais comum é a ginecológica, utilizada para tumores de colo de útero e endométrio.

Tomógrafo dedicado

Todos os pacientes, antes de iniciar um tratamento de radioterapia, realizam uma tomografia de planejamento, para que então o médico possa delinear o alvo a ser tratado, além das estruturas que serão protegidas da radiação.