CENTRAL DE ATENDIMENTO
Conheça as unidades

9525

Armando Carlos

HDS_Armando Carlos

CAÍ DE PARAQUEDAS NO ICOI

Sou carioca, empresário, curtindo os meus 7.0 , criado na Rua Barão da Torre (Ipanema-RJ) , rato de praia de Ipanema, Copacabana, Botafogo e Flamengo, onde disputei vários campeonatos de futebol de areia. Parei de ser atleta aos 6.2, em Gov. Valadares/MG.

No ano de 2001 resolvo morar e instalar a minha empresa na cidade de Gov. Valadares/MG.

Em agosto de 2013, passei por um ato cirúrgico de alto risco para a retirada do Rim Direito, pesando 950 gramas.

Através do exame de HISTOPATOLÓGICO, realizado em Belo Horizonte-MG, foi diagnosticado: LINFOMA NÃO HODGKIN DIFUSO DE GRANDES CÉLULAS B. Complicado, né ? Imediatamente o meu médico cirurgião me encaminha para o Médico Hematologista do Hospital conveniado ao meu Plano de Saúde.

Após vários exames, o médico Hematologista informa que terei que fazer imediatamente o tratamento QUIMIOTERÁPICO.

Nada sabendo sobre a minha doença (LINFOMA) , passei a pesquisar sobre o assunto no Google. A partir da matéria LINFOMA , escrita pelo Dr Mauro Zukin , do COI , passei a entender um pouco mais sobre a doença e sabendo que na minha cidade não tinha uma boa estrutura para o tratamento deste tipo de CÂNCER, resolvo partir para o Rio de Janeiro para uma consulta com outros especialistas. Imediatamente ligo para o COI para marcar uma consulta particular. Sou encaminhado para a Dra Juliane Musacchio. Na consulta, comunico a Dra. Juliane que eu não poderia fazer o tratamento no COI , porque o meu Plano de Saúde é de Minas Gerais e não cobre tratamentos fora do Município, mas gostaria de poder contar com o seu apoio profissional para acompanhar o meu tratamento. Gentilmente a Dra Juliane aceita ser a minha médica à distância. A minha vida começa a mudar naquele momento, pois a Dra. Juliane me pediu exames que o meu médico não pôde solicitar, porque na minha cidade não tinha como fazer o PETSCAN . Além deste, outros exames foram solicitados para uma melhor avaliação da doença e tratamento.
Volto a minha cidade para o tratamento, mas antes volto ao COI para uma nova consulta com a Dra. Juliane. Nesta consulta, tomo conhecimento que o Instituto de Pesquisa COI estava desenvolvendo um projeto envolvendo um novo medicamento e procedimentos para o tratamento do meu tipo de CÂNCER. Fui convidado a participar deste projeto. Imediatamente aceito o desafio pelos seguintes motivos :

1° Qualidade Internacional do ICOI;
2° Solidariedade. Este último motivou-me pelo fato de saber que eu poderia estar colaborando para que num futuro bem próximo este novo tratamento poderá ajudar outros pacientes com o mesmo tipo de CÂNCER. A minha primeira Quimioterapia foi a tradicional: O medicamento foi todo aplicado pelo sistema INTRAVENOSO. O segundo, foi dividido em duas fases, sendo a primeira no sistema INTRAVENOSO e após o término desta fase, a aplicação foi SUBCUTÂNEA (na barriga), demorando 6 (seis) minutos , devidamente cronometrados pela Sra. Fabiana-Coordenadora do Instituto e suas assistentes. No primeiro teste(ciclo), o tempo de tratamento levou de 5(cinco) a 6 (seis) horas e no segundo(ciclo) foi de 2(duas) a 3(três) horas. No primeiro, as reações foram: Tremedeira, Vômito, febre e aftas , que duraram poucas horas. No segundo, atacou a Hemorroida( formando um abscesso retal), consequência do primeiro ciclo. No terceiro, no quarto e no quinto ciclo não tive reações aos medicamentos, porém tive uma baixa imunidade que me obrigou a tomar antibióticos. O importante nessas fases é o paciente informar a Coordenadora do Instituto COI, toda e qualquer manifestação no seu organismo para que ela passe as orientações necessárias. Se o paciente estiver com febre acima de 37.8 , vá imediatamente a uma emergência e avise ao médico que você faz quimioterapia. Outra dica é ter sempre ao seu lado um aparelho para medir a temperatura do corpo. Sou testemunha que o novo método de tratamento quimioterápico é mais rápido e menos reativo, gerando um conforto maior ao paciente.

TRATAMENTO: Todo paciente com CÂNCER fica apreensivo quando sabe que vai fazer Quimioterapia e/ou Radioterapia. Eu fiquei!!!! Antes da Químio, recebemos do ICOI as orientações sobre os medicamentos e processos de tratamento. Nesta palestra somos informados das reações que possam vir a ocorrer.

Após a segunda aplicação de Químioterapia, senti que o fantasma do medo e da depressão poderia ir embora. O paciente deve ir com Fé e confiante nas pessoas que vão lhe acompanhar no tratamento. O que me impressionou no ICOI foi que recebi todas as informações sobre o tratamento, inclusive detalhes de onde seria a aplicação da Químio e das injeções. Os remédios são importantes, mas o conjunto de tratamento aplicado no paciente pela equipe do ICOI nos dá mais confiança para a vitória. CÂNCER ???? JÁ ERA !!!!!

Armando C. de Jesus

Compartilhe: